Como buscar características de material RETAIL?

A classificação no SAP, de uma forma geral, é algo muito interessante e pode ser aplicada em diversos objetos. E no RETAIL temos também a classificação de materiais através do grupo de mercadorias, que é um agrupamento de características.

 

tabelas retail

 

De modo geral o processo para encontrar essas características é trabalhoso e em muitos casos confuso, pois a SAP criou uma estrutura que em determinados momentos pode confundir o desenvolvedor no momento de busca-las. Para isso a SAP criou uma função específica para retornar as características dos materiais.

 

Essas características podemos encontrar dentro das transações do mestre de materiais, que no RETAILsão MM41, MM42 e MM43. Elas têm a estrutura vinculada ao grupo de mercadorias do material, isso quer dizer que pode haver combinações de diferentes características dependendo do grupo de mercadorias atribuído ao material. Elas têm uma mecânica muito parecida com os sistemas de classificação dentro do SAP, porém agrupadas pelo grupo de mercadorias.

 

Também existe uma variação de características quando são usados materiais genéricos e suas variantes. É possível especificar quais características serão relevantes na criação de materiais variantes. Essas características também dependem do grupo de mercadorias.

 

Para consultar as características de um material existe uma BAPI (Módulo de função standard) que executa essa ação de forma fácil: BAPI_MATERIAL_GETCHARMERCHHIER.

 

Para chamar essa função basta apenas informar o material no campo MATERIAL. Se houver a necessidade de trabalhar com outro idioma, diferente do idioma que foi feito login, basta informar nos campos LANGUAGEou LANGUAGE_ISO(se for usar idioma interno, como SY-LANGU, use no campo LANGUAGE; se for usar idioma externo, como PTou EN, use no campo LANGUAGE_ISO).

 

Exemplo de chamada da função:

 

CALL FUNCTION ‘BAPI_MATERIAL_GETCHARMERCHHIER’

EXPORTING

material        = ‘B12345’

language        = sy-langu

IMPORTING

return          = w_return

TABLES

characteristics = t_characteristics.

 

Um ponto de atenção é para o uso de rotinas de conversão para o campo MATERIAL. Caso esteja usando um intervalo numérico de materiais, será necessário completar com zeros a esquerda ou usar a função de conversão CONVERSION_EXIT_MATN1_INPUTpara converter o valor.

 

A estrutura W_RETURNé declarada com o tipo BAPIRETURN1. Essa estrutura irá retornar uma mensagem, que pode ser de erro ou de sucesso, de acordo com a execução da função. É interessante checar esse retorno antes de seguir para as características.

 

A tabela T_CHARACTERISTICS é declarada com o tipo BAPIMATCHA. Essa tabela irá retornar todas as características cadastradas para o material consultado. Segue abaixo a estrutura detalhada desta tabela.

 

NAME_CHAR

É o nome técnico da característica. Chave única para identificação da característica.

 

DESCR_CHAR

Denominação ou descrição da característica. Nesta coluna será retornado o texto explicativo cadastrado na característica.

 

RELEVANCY

Código de relevância para materiais variantes. Esta coluna estará preenchida quando a característica for relevante para determinação de variantes e o material consultado for um material variante.

 

CHAR_VALUE

Valor da característica. Aqui será retornado o valor interno da característica. Se for uma característica de livre digitação, será retornado o texto ou valor digitado. E se for uma característica com valores possíveis pré-definidos, será retornado o código do valor.

 

DESCR_CVAL

Descrição do valor da característica. Aqui será retornada a descrição referente ao valor da característica, caso tenha valores pré-definidos. Mas se for uma característica de livre digitação, essa coluna terá o mesmo valor da coluna CHAR_VALUE.

 

Click aquie veja na íntegra o post original.

Colaboração de Fernando Botelho – Abap Warriors 

 

 


Voltar