Gestão de fábrica de software ABAP com uma ferramenta que automatiza processos de desenvolvimento.

Image of business people listening and talking to their colleague at meeting

Um problema bastante comum é a dificuldade em acompanhar a qualidade do projeto desde as suas fases iniciais quando falamos de específicos “Z” em software ABAP. E é nas fases finais do projeto que problemas de qualidade são detectados, onde decisões rápidas não podem ser tomadas, afetando custos e prazos de entrega. Por isso, torna-se necessária a implementação da solução QAMetrik suíte de avaliação de código ABAP.

A QAMetrik SAP ABAP Suíte é um conjunto de soluções para análise de programas ABAP, permitindo a automatização e unificação de tarefas como geração de indicadores de desempenho, homologação, feedback automatizado, controle das tarefas de inspeção de código fonte e integração com BI/BW. Isso resulta em tranquilidade e agilidade nos processos de decisões em projetos SAP, reduzindo custos e aumentando ganhos de produtividade da equipe. Vamos conhecer um pouco mais sobre essa solução QAMetrik suíte de avaliação?

Quais seus benefícios?

Com a unificação e padronização dos processos de garantia de qualidade (QA – Quality Assurance) e a Governança de Software e Informações (ITIL – Information Technology Infrastructure Library), torna-se possível registrar e armazenar todas as ocorrências e suas evidências, reduzindo custos de TI e aumentando a produtividade da equipe. Haverá uma maior satisfação da equipe de Gestores, Desenvolvedores e QA, pois as tarefas serão automatizadas e haverá uma maior facilidade de operá-las. Além de a solução facilitar auditorias, socializar padrões e não depender de Enhancement Packages, haverá um aumento significativo da qualidade do produto final e na diminuição do prazo de entrega.

Como funciona a automatização e unificação de tarefas?

No ambiente SAP, são realizadas diversas verificações e análises na SE38 ou por Request com variantes pré-configuradas. Há também o detalhamento das não conformidades que são identificadas, com dicas de como solucioná-las. O programador tem a liberdade de validar programas no ambiente de desenvolvimento, não tendo que migrar para outro. A incidência de programas que reprovam no QA diminui, pois há um teste para saber se o programa segue ou não às boas práticas de QA.

O Cockpit de avaliação possibilita a automatização de processos, garantindo a qualidade, transporte consistente de Requests, registros de análises e liberações e geração de indicadores de desempenho.

Com o Workflow, ou integração contínua, há a análise em background de todo o ambiente por meio de um painel, notificação das não conformidades ao gestor por e-mail, análise com estabilização do código, com monitoração dos programas em desenvolvimento, e inspeção pró-ativa e automatizada na SE38 ou por Request.

Os indicadores de desempenho identificam falhas e erros, auxiliam na tomada de decisão gerencial, indicam tendências das incidências, monitoram o número de vezes que uma Request é executada em produção e distinguem responsabilidades.

Qual o Retorno Estimado do Investimento (ROI)?

Ao implantar a solução, haverá uma padronização da qualidade do produto final, com redução do tempo de avaliação ou liberação em 50%, diminuição nos gargalos de entrega e redução do retrabalho de programação em 15%. O ROI se dá já no primeiro mês, devido sua modalidade de SAAS. O investimento em servidores é preservado, e há uma redução com custos de TI.

Resultados da implantação da solução em empresas

No setor varejista, um projeto de análise pós-Go Live, com mais de 600 objetos avaliados e levantamento da Curva ABC de não conformidades, recebeu a QAMetrik SAP ABAP Suíte. A criação e configuração da suíte aconteceu em apenas cinco dias e sem nenhum impacto negativo no ambiente do cliente. Os documentos de padrões ficaram disponíveis na própria ferramenta. O resultado foi o levantamento dos principais problemas encontrados no ambiente, avaliação de mais de seis mil objetos em 3,5 horas, implementação de indicadores de qualidade, formulação de um plano de correção dos objetos com problemas, solicitações de transporte com poucos problemas, satisfação de toda a equipe do projeto e uma redução de 162 horas de retrabalho mensal para uma equipe de seis desenvolvedores.

Já no setor têxtil, o objetivo do projeto era implementar a Onda 2, com mais de dez desenvolvedores ativos e sete mil objetos para serem criados ou modificados. O desenvolvimento e configuração da suíte aconteceu em apenas 3 dias, com customizações para atender o acordo entre Fábrica ABAP e cliente. O resultado foi a análise de sete mil objetos avaliados em 3,5 horas, satisfação da equipe e acordo entre consultoria ABAP e cliente mantido. Isso implica em uma redução de 270 horas de retrabalho mensal e um retorno monetário de aproximadamente R$19.440,00 para o cliente.

Ficou interessado em conhecer mais sobre a solução SAP ABAP Suíte? Então, continue acompanhando nosso site!

Especialista

 


Voltar