Impactos da gestão da qualidade em compliance e governança de TI

A gestão da qualidade em uma organização é um processo que tem um profundo impacto nas mais diversas áreas internas, e não é diferente com a governança de TI e com a compliance. Essas duas áreas têm muita sinergia entre si, orbitando em torno do alinhamento estratégico e da adequada utilização dos recursos de TI. A compliance é responsável por certificar-se do atendimento a normas e leis, reduzindo riscos à organização e tornando-a mais atrativa a investimentos externos. Já o foco da governança é garantir que a utilização dos recursos de TI esteja alinhada aos objetivos estratégicos da organização.

Quando analisadas em conjunto, percebemos forte relação entre essas três atividades. A gestão da qualidade normalmente envolve um ciclo de melhoria contínua, através do planejamento, ação, verificação e ajustes constantes. A compliance se encaixa nesse ciclo, principalmente nas verificações de conformidades. A conformidade é um fator de redução de riscos, o que é uma das áreas foco da governança de TI.

Ao perceber a importância que a gestão da qualidade, portanto, tem tanto para a governança como para a compliance, as organizações aferem grandes benefícios nas duas áreas, refletindo positivamente no atendimento aos objetivos estratégicos.

A gestão da qualidade e os riscos

Os riscos estão sempre associados a incertezas. Por sua vez, a gestão da qualidade procura atuar em processos de forma a promover melhorias contínuas. Embora não diretamente relacionadas, essas áreas de conhecimento tem impacto entre si, uma vez que a melhoria nos processos possibilita a redução de certas incertezas, ou seja, dos riscos.

Gerenciar os riscos de operação é uma das áreas foco da governança de TI, assim como a mensuração de desempenho. Uma adequada gestão da qualidade contribui, portanto, para ambas as atividades. A organização deve conhecer os riscos e saber quando tratá-los.

Compliance e qualidade

Essas duas áreas estão fortemente relacionadas entre si, pois compliance traduz-se em qualidade, por definição. A identificação de inconformidades e desvios é atividade inerente a qualquer processo de qualidade, e é o cerne da compliance.

De fato, muitas vezes áreas de qualidade fornecem importantes insumos à área de compliance, ao identificar padrões e normas a serem observadas. Por sua vez, a área de compliance realiza importante trabalho nos processo de melhoria contínua tão importantes para as áreas de qualidade, ao monitorar indicadores de desempenho e realizar constantes verificações de conformidade.

Melhoria contínua e alinhamento estratégico

Enquanto o foco da gestão da qualidade fica muito centrado na melhoria contínua, o da governança de TI gira em torno do alinhamento da TI aos objetivos estratégicos da organização. Quando analisamos esses dois focos de forma mais atenta, percebemos forte relação entre eles, uma vez que a melhoria contínua proporcionada pela gestão da qualidade é um poderoso instrumento para importantes áreas de foco da governança de TI, em particular a entrega de valor, a mensuração de desempenho e a gestão de risco, todas com importantes reflexos no alinhamento estratégico.

Organizações que investem em mecanismos de gestão de qualidade tendem, portanto, a ter ganhos significativos de governança e compliance de TI, com resultados perceptíveis ao longo do tempo, de forma continuada.

Gostou do texto? Deixe sua opinião nos comentários!

SAP-ABAP-Calculadora-de-Roi

 


Voltar