A importância da qualidade de software na indústria 4.0

A evolução da tecnologia afeta cada dia mais todos os setores da economia, e na indústria não poderia ser diferente. A evolução tecnológica para este tipo de negócio tem sido tão impactante nos últimos tempos que um novo conceito foi criado, o da Indústria 4.0.

O que é a Indústria 4.0?

É uma tendência criada para a indústria que torna os processos de produção cada vez mais eficientes, autônomos e customizáveis. Este conceito engloba as principais inovações tecnológicas dos campos de automação, controle e tecnologia da informação, aplicadas aos processos de manufatura.

Todo esse conceito é possível de ser aplicado através da unificação de diversos avanços da tecnologia, como os sistemas físico cibernéticos e IoT (Internet das Coisas).

De acordo com um levantamento realizado pelo BCG (Boston Consulting Group), a indústria 4.0 é apoiada em nove tecnologias principais, responsáveis pelo aumento da produtividade e crescimento das empresas sobre esta nova configuração. As tecnologias são:

  1. Robôs automatizados: além da atual tecnologia aplicada em robótica, no futuro os robôs serão capazes de interagir com outras máquinas e também com os humanos, tornando-se mais flexíveis e cooperativos.
  2. Manufatura aditiva: a produção por meio de impressoras 3D será capaz de fazer peças que moldam o produto por meio de adição de matéria-prima, sem necessidade de moldes físicos.
  3. Simulação: permite as empresas testarem e otimizarem seus produtos e processos ainda na fase de concepção, reduzindo custos e o tempo de criação.
  4. Integração horizontal e vertical de sistemas: sistemas de TI que integram uma cadeia de valor automatizada, por meio da digitalização de dados.
  5. Internet das coisas industrial: no conceito da Indústria 4.0 é possível conectar máquinas, por meio de sensores e dispositivos, diretamente a uma rede de computadores, possibilitando a centralização e a automação da produção.
  6. Big Data e Analytics: estes outros dois conceitos tão difundidos atualmente, quando aplicados na Indústria 4.0 serão capazes de identificar falhas nos processos da empresa, ajudando a otimizar a qualidade da produção, economizar energia e tornar mais eficiente a utilização de recursos no processo produtivo.
  7. Cloud Computing: a computação em nuvem é um dos grandes pilares da Indústria 4.0. Com ela, os usuários poderão criar seus próprios bancos de dados, possibilitando serem acessados de qualquer lugar do mundo, por meio de uma infinidade de dispositivos conectados à internet.
  8. Segurança cibernética: a segurança digital é uma grande preocupação na Indústria 4.0, estima-se que os meios de comunicação serão cada vez mais confiáveis e sofisticados.
  9. Realidade aumentada (“Augmented Reality”): os sistemas que usam esta tecnologia como base poderão executar uma variedade de serviços, como selecionar peças em um armazém e enviar instruções de reparação por meio de dispositivos móveis. Tornando o processo industrial ainda mais ágil e automatizado.

Qual a importância da qualidade de software na indústria 4.0

Um dos pilares fundamentais da automação dos processos na indústria é a utilização de um software robusto e completo para gerenciar os processos, estimar corretamente os custos e passar uma visão clara sobre a produtividade do negócio.

Por este motivo, grandes desenvolvedores de ERP para a manufatura, como a SAP, estão investindo cada vez mais na transformação da indústria para o conceito 4.0.

E como se encaixa a qualidade de software nesse conceito? Justamente na garantia de mais qualidade e automação em todo o processo produtivo.

Entre os principais benefícios da qualidade de software podemos citar a redução de custos, maior produtividade no desenvolvimento e entregas mais alinhadas com as estratégias de negócio.

Ao aplicar o conceito da Indústria 4.0, a empresa deve de forma simultânea alinhar todos os seus desenvolvimentos relacionados a manufatura com este modelo.

Investir em um conceito de Indústria 4.0 sem uma metodologia de Qualidade de Software pode comprometer parte do resultado esperado, tendo em vista que o ERP é uma parte fundamental no processo de manufatura, e uma falha no processo de desenvolvimento pode afetar diretamente os resultados esperados.

Softwares mais alinhados com o conceito da Indústria 4.0

Assim como no modelo de indústria atual, o ERP já tem uma participação importante no controle da produção, no conceito 4.0 precisa estar ainda mais alinhado com todas as novas tecnologias que serão integradas.

Isso significa que haverá um volume ainda maior de customizações para integração com equipamentos inteligentes (IoT), soluções em nuvem, ferramentas de Big Data, Analytics, entre outras.

Grande parte dessas integrações será centralizada no ERP. Então, para garantir toda esta comunicação de forma eficiente, investir em qualidade de software é fundamental para manter todas as tecnologias alinhadas em uma plataforma robusta e confiável, capaz de alcançar os resultados esperados.

Preparamos um material sobre a Indústria 4.0 e o que a SAP está pensando sobre isso. Baixe clicando na imagem abaixo:

SAP e a Indústria 4.0

 


Voltar