Você tem processo de qualidade no seu ambiente SAP?

Nesta semana vamos iniciar uma série de artigos falando sobre a importância do processo de qualidade no seu ambiente SAP. Vamos escrever ao todo 5 materiais que vão abordar os impactos da falta de qualidade, os benefícios de se investir neste processo, os passos para cria-lo e todos os custos envolvidos.

Por fim, vamos disponibilizar uma calculadora completa que lhe ajudará a calcular o impacto que o controle de qualidade terá no seu orçamento.

Controle de qualidade no ambiente SAP

Atualmente no seu ambiente SAP, sua empresa tem um processo de controle de qualidade claro e bem definido, que seja seguido à risca por toda a equipe?

Neste primeiro material, queremos lhe fazer uma pequena provocação para refletir sobre o quanto seu ambiente de TI pode estar sendo impactado pela falta de um bom processo de controle de qualidade.

Você conhece as implicações que a falta de controle de qualidade pode causar?

O controle de qualidade de um ambiente SAP deve iniciar já na implantação, e ser seguido à risca em todas as suas customizações e suporte. Caso isso não aconteça, a empresa pode sofrer com:

Problemas de performance

Uma das implicações mais sentidas principalmente pelos usuários é a baixa performance do ambiente SAP em produção. Pela falta de conhecimento ou de uma análise mais detalhada do ambiente, muitos gestores de TI acabam fazendo altos investimentos em hardware e infraestrutura para sanar problemas de performance, que nem sempre são resolvidos, porque o problema não está no ambiente externo, mas na própria forma como as customizações do software foram desenvolvidas.

Alto volume de chamados

A falta de controle de qualidade faz muitos erros no código ABAP passarem despercebidos, permitindo que as requests sejam liberadas em produção, causando falhas na solução e paradas inesperadas.

Estes erros elevam o número de chamados para a equipe de suporte, que muitas vezes precisa acionar os desenvolvedores para apoiar na análise e correção do problema.

Baixa produtividade da equipe

Esta falta de controle de qualidade eleva o volume de retrabalhos e não permite um acompanhamento sobre o real desempenho da equipe de desenvolvimento. Muitas vezes, passando uma sensação de baixa produtividade do time.

Você sabe quais as perdas a empresa têm por não controlar a qualidade?

Todas as implicações citadas geram perdas para o negócio, sejam elas financeiras ou de produtividade, como:

Alto risco de perdas com paradas inesperadas

Você consegue imaginar o impacto de uma request sendo liberada em produção com um erro que cause uma parada no processo de faturamento, como por exemplo, de uma grande indústria.

O impacto do custo da equipe de suporte é mínimo se comparado ao prejuízo de algumas horas sem poder faturar, que pode ser desde atrasos na produção, na entrega dos produtos aos clientes e diversos caminhões parados esperando nota fiscal para levarem as mercadorias.

Além disso, existe o custo em horas da equipe de backoffice (Equipe financeira, vendas, compras, produção e etc.) ocasionado pela parada do sistema. E ainda tem o custo e priorização da equipe de programadores e analistas para a avaliação do problema, solução paliativa, correção efetiva e testes.

Alto volume de retrabalho para correção de problemas

Processos sem controle de qualidade desde o seu início tendem a apresentar um volume de problemas muito maior em todas as etapas de vida do sistema. Cada problema encontrado gera um retrabalho para ser corrigido, e quanto mais tempo levar para se encontrar o problema, mais tempo se levará para corrigi-lo.

Alto custo com equipes

O excesso de retrabalho faz com que muitas vezes a empresa precise manter equipes maiores para atenderem toda a demanda de trabalho.

Sabemos que uma equipe de especialistas SAP tem um alto impacto no orçamento da TI, e quanto mais otimizada ela for, mais recursos estarão disponíveis para o investimento em novos projetos.

Você sabe o que deve ser controlado?

Se sua empresa ainda não tem um bom processo de controle de qualidade no ambiente SAP não deve ter padrões bem definidos, ou um booking de padrões de boas práticas, que podem impactar sua TI da seguinte forma:

Falta de governança

A falta de governança faz com que os gestores não tenham visibilidade dos controles de cada etapa do desenvolvimento, especialmente das customizações. Imagine que a falta de um padrão documentado pode fazer com que cada desenvolvedor siga suas próprias regras, dificultando o suporte, a resolução de problemas e até mesmo a continuidade dos projetos.

Falta de visão

Você sabe o quanto cada membro da sua equipe está produzindo? Qual sua demanda de horas mensal? Qual o custo de cada projeto? Quais solicitações são mais importantes e devem ser priorizadas?

Este tipo de informação só é possível ser extraída com um processo de qualidade claro e bem definido.

Não há rastreabilidade

A falta de rastreabilidade sobre todas as customizações desenvolvidas tem um alto impacto na continuidade dos projetos, na identificação de responsáveis por alguma falha no desenvolvimento e impacta diretamente as auditorias de governança, já que este controle é fundamental para garantir que a empresa esteja seguindo os padrões recomendados pela própria SAP.

Considerações finais

Você se identificou com algum problema citado neste artigo?

Neste texto procuramos mostrar todos os impactos e problemas resultantes da falta de controle de qualidade no ambiente SAP. Acompanhe nosso blog e descubra na próxima semana quais são os reais benefícios para sua empresa ao implantar um controle de qualidade em todas as etapas do SAP, desde a implantação até as customizações necessárias posteriormente.

chamada-glossario-de-termos-abap

Agenda especialista


Voltar