Como demonstrar o ROI da equipe de Quality Assurance?

Quality_Assurance

Em muitos setores de TI, os profissionais acabam trabalhando com imediatismo, que pode até demonstrar ganhos no início e ser uma boa opção em algumas situações, mas é essencial também se pensar nos resultados de médio e longo prazo e o mais importante: se o investimento obteve um retorno satisfatório, afinal, esse deve ser um dos grandes objetivos de qualquer projeto, principalmente dos de TI.

A equipe de Quality Assurance tem muito trabalho ao longo do desenvolvimento das soluções, e ao final de cada produto ou serviço, você deve-se perguntar e analisar: Qual foi o retorno do investimento do setor de qualidade?

Não importa se o projeto foi um sucesso, medir o ROI é importantíssimo, já que nele você inclui questões importantes, como o custo de manutenção, e entende que a qualidade é essencial, já que o retorno não seria tão favorável, se, por exemplo, fosse necessário refazer um produto por causa de falhas e problemas em produção.

 

Técnicas e ferramentas para otimizar a análise do ROI

Contar com ferramentas que permitem realizar testes automatizados é uma excelente forma de permitir que os processos repetitivos, porém essenciais, sejam analisados de forma aprofundada, garantindo maior qualidade e pesando positivamente na imagem do produto, e, por consequência, no saldo positivo do ROI.

Pense em quanto tempo a equipe se dedicou para concluir a tarefa. Trabalhos além do horário normal, estresse, pressão, entre todas outras variáveis devem ser valorizadas para a definição do ROI. Inclua também no cálculo possíveis requisitos e funcionalidades que provavelmente foram desnecessárias, mas estavam no contrato e acabaram tornando o produto final mais complexo.

É importante deixar de ter uma visão que seja restrita apenas aos resultados de curto prazo, pois isso é entrar no lugar comum e não é o modelo ideal de avaliação.

A empresa também deve mudar o racional de “quanto mais, melhor”. Pois do que vale produzir mais sem se atentar a qualidade, se isso pode causar o dobro de custos na manutenção e até mesmo o triplo nos casos de refazer o trabalho.

Rombos projetados e dividas técnicas provavelmente serão gerados quando não se pensa no ROI considerando todas essas e outras variáveis a médio e em longo prazo.

Você não precisa de técnicas mágicas, mas sim as que valorizam de verdade a qualidade do seu projeto.

Não estamos falando de técnicas mágicas ou difíceis de serem aplicadas, mas para se calcular o retorno do investimento é ideal pensar mais em qualidade do que em quantidade, além de:

  • Reter talentos;
  • Valorizar os colaboradores e os clientes;
  • Usar técnicas básicas de OOP, testes unitários, componetização, pair programming, padrões, pair review, entre outras.

Pense que medir a qualidade não é apenas verificar que não há nenhum bug, mas sim desenvolver um software de extrema qualidade, que seja adequado ao que o cliente necessita e elaborado por uma equipe engajada, que trabalha um ambiente que motive os talentos a cada passo do projeto.

Inclua nas suas metas de 2015 melhorar a qualidade e calcular o ROI do setor de QA pensando no amanhã e no depois de amanhã e não apenas nos resultados de hoje. E lembre-se de que para otimizar, unificar e automatizar os processos do setor de qualidade, você pode contar com a QAMetrik!

Calculadora-de-Roi


Voltar