Os dez maiores crimes em desenvolvimento ABAP

ABAP

As boas práticas de desenvolvimento nem sempre são seguidas em projetos, muitas vezes por falta de tempo, mas também por deficiências nas ferramentas utilizadas ou até mesmo na capacitação da equipe. Embora sempre que uma boa prática deixe de ser observada existe um impacto potencialmente negativo no projeto, algumas constituem verdadeiros “crimes”. Veremos a seguir os dez maiores crimes em desenvolvimento ABAP:

  1. Falta de modularização

A não utilização de nenhum bloco de modularização compromete a manutenção e a legibilidade do código desenvolvido. A má utilização da modularização pode ser igualmente prejudicial, quando, embora se utilizem blocos, eles sejam extensos demais.

 

  1. Modificações

A aplicação de modificações sem uma devida análise de impacto pode ser mais prejudicial do que se a modificação deixasse de ser feita! Quando for necessário realizar modificações em programas padrão, cabe sempre analisar soluções alternativas.

 

  1. Desempenho ruim

A construção de código sem levar em consideração seu desempenho pode trazer resultados altamente indesejáveis, e que podem levar à necessidade de se reescrever o código por completo. Loops aninhado e loops que realizem em suas iterações consultas pesadas são exemplos de técnicas que devem ser evitadas desde o início.

 

  1. Desenvolvimento diretamente em ambientes de produção ou homologação

Embora isso não seja comum, pode ocorrer devido a atrasos em cronogramas e mudanças de última hora. Entretanto, essa é uma prática que deve ser completamente descartada.

 

  1. Falta de verificações de sucesso ou falha

Presume-se que o código desenvolvido sempre vá rodar conforme o esperado, sem anormalidades. Entretanto, é um erro presumir isso. Essas verificações devem ser incluídas sempre que possível.

 

  1. Ausência de tratamento de exceções

Assim como no item cinco, todas as hipóteses devem ser consideradas, e as possíveis exceções que possam ser identificadas devem ser sempre tratadas.

 

  1. Copiar grandes templates em todos os programas

Não é uma boa prática copiar grandes templates para todos os programas, como pode ocorrer quando se utiliza ALV, por exemplo. Embora a inclusão de um template com todas as funcionalidades possa ajudar a economizar tempo, funções que não são utilizadas deveriam ser deixadas de fora.

 

  1. Definições globais demais

As definições globais somente deveriam ser utilizadas quando necessário, e cabe destacar que em um bom projeto, elas raramente deveriam ser necessárias. Portanto, evite-as.

 

  1. Falta de comentários

A legibilidade de um programa, muitas vezes, é uma consequência direta dos comentários utilizados. A falta de comentários prejudica os processos de manutenção, ou quaisquer outros onde seja necessário compreender o código produzido.

 

  1. Erros e warnings demais

O uso de ferramentas automatizadas de inspeção de código é a melhor forma de manter a qualidade do desenvolvimento. Se ao realizar uma inspeção com uma ferramenta houver muitos warnings ou quaisquer erros, esse é um sinal claro de que algo deve ser revisto imediatamente. A não utilização de uma ferramenta como essa pode fazer com que muitas situações passem despercebidas, e por outro lado, seu uso pode resolver quase todas as situações descritas acima.

 

E como andam os seus projetos? Você tem utilizado ferramentas de inspeção e governança de código? Não cometa “crimes” em seus projetos SAP ABAP!
Agende uma reunião com um consultor QAMetrik.

 

 

 

Especialista


Voltar